Como escolher o obstetra

Dra. Patrícia Varella Especialista em Ginecologia, Obstetrícia e Reprodução Humana Assistida

Antes de mais nada, a escolha de um bom profissional de saúde é de extrema importância para ter sucesso em qualquer tipo de tratamento. Ainda mais em uma gravidez. Em suma, ela é um dos momentos mais marcantes da vida de uma mulher, incluindo, dentre tantas emoções, muitas dúvidas e inseguranças. 

Portanto, o profissional de obstetrícia deve ser buscado logo no início da gestação, para um acompanhamento total, sem pontas soltas. Além disso, ele pode ajudar com os distúrbios relacionados à fertilidade da mulher, podendo auxiliar mulheres que querem ter filhos.

Mas afinal, como escolher o melhor obstetra? O que você deve considerar na hora dessa escolha? Vamos entender primeiramente, o que faz esse profissional.

Médico obstetra

A origem da palavra, que vem do latim “obstare”, que significa estar ao lado, já nos diz bastante sobre a função deste profissional. Essa área da medicina é responsável por estar ao lado, acompanhar todo o processo de gestação, que vai do pré-natal ao pós parto. Dessa forma, é o campo responsável pelo estudo da reprodução da mulher, proporcionando todos os cuidados necessários para a mãe e o feto.

Portanto, ele cuida dos exames, avalia o histórico familiar, receita medicamentos e vitaminas e acompanha todos os procedimentos necessários para detectar possíveis problemas com a mãe ou o bebê. Assim, podemos resumir em tópicos suas principais atividades:

Por fim, o profissional ainda calcula a idade gestacional (idade que o feto está, desde a fecundação), identificar a necessidade de fazer exames, determinar a provável data do parto, orientar sobre o melhor tipo de parto, e assim por diante.

Sabendo das suas atuações, de que forma escolher um bom profissional para minha gravidez?

Como escolher um médico obstetra?

Antes de tudo, saiba que para escolher um especialista que se adeque perfeitamente às suas expectativas e que te passe segurança, é interessante seguir alguns passos, que falaremos adiante.

Pesquisas gerais sobre médicos

Sempre que vamos escolher algo, pesquisamos. E aqui, não é diferente! Dessa forma, procure saber tudo sobre o médico. E pra isso, use todas as ferramentas atualmente disponíveis, como redes sociais, currículos, internet, etc. Contudo, sabemos que não dá pra saber tudo apenas consultando esses locais. 

Dessa forma, você pode marcar algumas consultas sem compromisso para conversar e sentir como aquele profissional trabalha. Caso não se identifique, o que é totalmente normal acontecer, não se sinta constrangida! Busque outro profissional.

Indicações

Sim. As indicações ainda figuram como um dos indicadores mais confiáveis na hora da escolha de um profissional médico. Conhecer as experiências de outras famílias é uma maneira fácil de entender como o profissional trabalha, e ajuda a decidir se o mesmo realmente é a melhor opção para você!

Por exemplo. Se você escolher fazer parto cesárea. Procure indicações de outras mulheres que passaram pelo processo,  e os médicos que acompanharam as mesmas nesse período. Dessa forma, você terá uma ideia geral sobre como determinado médico atua, e se ele atende às suas necessidades!

Disponibilidade profissional

A disponibilidade é um fator extremamente importante. Você está passando por um momento importante na sua vida. Nada mais justo que um médico que atenda você a hora que você precisar, em qualquer emergência que possa surgir! Por isso, um obstetra que está muito distante pode também ser um empecilho!

Por fim, preste atenção também se ele desloca muito ou se tem atendimento fixo, e se disponibiliza o número de contato para seus pacientes, ou até mesmo se ele responde mensagens no whatsapp também!

Conexão

De nada adianta um profissional altamente recomendado, com grandes pesquisas na área, se você não se sente à vontade com ele. Portanto, para que você estabeleça vínculo com o profissional, é de extrema importância que você alinhe suas expectativas com as do médico. Sim, expectativas. Abra o jogo na primeira consulta! Fale tudo o que você pensa” Não deixe para dizer este tipo de coisa durante o acompanhamento e o parto.

Para evitar situações como a troca de médico na metade da gestação, por questão de incompatibilidade!

Quando devo procurar um obstetra?

Antes de mais nada, como dito anteriormente, o obstetra não deve ser buscado apenas quando há gravidez. Ele pode auxiliar mulheres que pretendem engravidar. Ele avaliará a paciente e poderá realizar alguns exames para saber se há ou não possibilidades de ter um filho e manter uma gestação.

Além disso, suas funções têm início no planejamento da gravidez e vão até a fase de pós parto. Nesta fase, a mulher costuma apresentar problemas emocionais, como a depressão pós parto. Dessa forma, é preciso um acompanhamento para a recuperação física e emocional.

Em suma, esta especialidade médica está entre as mais completas. Ela consegue atuar em todos os níveis de atendimento: ambulatorial, passando pelo hospital, clínico, cirúrgico até o laboratório. Além disso, é e deve ser presença constante na vida de todas as mulheres.

Caso a mulher tenha alguma dificuldade, deve procurar um especialista ou uma clínica especializada no assunto. E uma delas é a Clínica Patrícia Varella! 

Sua missão é proporcionar a avaliação, seguimento e conduta em ginecologia, obstetrícia e reprodução humana assistida, pautada no conhecimento científico atualizado, na experiência clínica adquirida e renovada. Ou seja, é através do tratamento eficaz, diferenciado e individualizado que há mais chances de sucesso do tratamento!

Depois de tudo, se ainda tiver alguma dúvida quanto à escolha do obstetra? Entre em contato com a gente! Ficaremos felizes em te ajudar!

INFORMAÇÕES DO AUTOR:

Dra. Patrícia Varella Especialista em Ginecologia, Obstetrícia e Reprodução Humana Assistida

Médica formada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), também fez residência médica em Ginecologia e Obstetrícia na mesma instituição.
CRM-SP nº 93928